Brasil

Ex-relator de Cunha, Fausto Pinato diz que recebeu oferta de propina

Fausto Pinato (PRB-SP), relator da ação contra o presidente da Câmara dos Deputados l Lucio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados
Fausto Pinato (PRB-SP), ex-relator da ação contra o presidente da Câmara dos Deputados l Lucio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados

O deputado federal Fausto Pinato, do PRB-SP, disse, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, ter recebido oferta de propina em três oportunidades quando ainda era relator do processo de cassação de Eduardo Cunha. Ele foi destituído da relatoria do caso, no Conselho de Ética.

Assim que foi escolhido, Pinato já dava sinais favoráveis à continuidade do processo de Cunha.

Sobre o fato de ser retirado do caso, ele declarou que o motivo seria porque é “uma pessoa que estava fazendo um trabalho sério e independente”.

Sobre a identidade de quem ofereceu propina, o deputado disse que não conhece as pessoas e explicou como foi abordado: “’Você que é o Pinato? Olha, pensa bem, pode mudar sua vida [faz sinal de dinheiro com as mãos]’. E eu recebi também uns dois telefonemas. ‘Pensa bem na tua família’. Eu sou um cara de cidade pequena de 70 mil habitantes acostumado a falar só em rádio AM”.

Ainda em entrevista para o jornal, Pinato contou que recebeu conselhos, de aliados de Cunha, para tomar cuidado com a confecção de seu relatório. “No começo foi assim: ‘olha, isso é uma bucha, cuidado’. Normal. Depois começaram aconselhamentos: ‘Veja bem o que você vai fazer… o Cunha é um deputado influente, com vários deputados, domina praticamente todas as comissões da Casa’”, declarou.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos