Brasil

Manifestantes pedem punição de ataque à bomba em frente ao Instituto Lula

| Paulo Pinto/Agencia PT
Protesto pediu a apuração e punição para os responsáveis ao atentado a bomba na sede do instituto | Paulo Pinto/Agencia PT

Manifestantes realizaram um ato em frente ao Instituto Lula, no Ipiranga, zona sul de São Paulo, nesta sexta-feira (7). Por conta da manifestação, a rua Pouso Alegre ficou fechada.

O protesto pede apuração e punição para os responsáveis de um atentado a bomba na sede do instituto no dia 30 de julho. Os manifestantes também protestaram contra o ódio e a intolerância através de cartazes e faixas.

Filiados do PT, como o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o atual secretário de Direitos Humanos de São Paulo, Eduardo Suplicy, participaram do movimento.

Ao lado da mulher Marisa Letícia, o ex-presidente Lula jogou flores para os manifestantes de dentro do Instituto. Mais tarde, ele deixou o local para se juntar aos militantes.

| Ricardo Stuckert/Instituto Lula
O Ex-presidente Lula apareceu na janela do instituto | Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos