Brasil

Prédios da AGU estão infestados de ratos e escorpiões; veja fotos

Um escorpião foi visto na mesa de um funcionário - BandNews FM
Um escorpião foi visto na mesa de um funcionário | BandNews FM

Além de procuradores e advogados, os prédios da AGU (Advocacia Geral da União) em diferentes regiões do Brasil são frequentados por ratos, morcegos, baratas e até um escorpião.

Há edifícios com rachaduras nas paredes e vazamentos, além de atrasos no pagamento do aluguel.

Na semana passada, o MPF (Ministério Público Federal) denunciou ao TCU (Tribunal de Contas da União) as condições precárias da AGU e sugeriu uma auditoria no órgão.

Associações que representam os profissionais que integram a AGU enviaram vídeos e fotos à BandNews FM e ao MPF sobre as dificuldades financeiras da autarquia, que teve corte de 30% no orçamento.

O Grupo Safra, proprietário de um dos prédios ocupados pela Procuradoria Regional da União em São Paulo, localizado na Rua da Consolação, no centro da cidade, entrou com uma ação de despejo por falta de pagamento.

Por causa de todo esse cenário, o índice de evasão é de mais de 40% nos 4 cargos da AGU: procurador federal, advogado da União, procurador do Banco Central e da Fazenda Pública.

Há carreiras com 500 cargos em aberto e mesmo com concursos concluídos, os profissionais têm sido nomeados aos poucos.

No ano passado, a Advocacia Geral da União devolveu aos cofres públicos em ações R$ 625 bilhões.

O Grupo Safra foi procurado para comentar a ação de despejo, mas ainda não se pronunciou.

O Ministério do Planejamento afirmou, por e-mail, que a responsabilidade é da AGU, que já havia sido procurada, mas ainda não se manifestou.

Ratos mortos são flagrados pelos corredores do prédio | BandNews FM
Ratos mortos são flagrados pelos corredores do prédio | BandNews FM

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos