Foco

Prefeitura de São Paulo já instalou 329 radares neste ano

Motoristas que trafegam pelas ruas e avenidas da capital estão cada vez mais sob a mira da vigilância eletrônica da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Somente nos quatro primeiros meses deste ano, foram instalados 329 radares na cidade.

Deste total, 252 são fixos, 72 lombadas/barreiras eletrônicas e cinco móveis, que são utilizados em 21 pontos. Com esses novos aparelhos funcionando, a gestão Fernando Haddad (PT) já colocou para trabalhar 700 dos 843  radares previstos no contrato assinado em junho de 2014.

E a fiscalização vai aumentar ainda mais. Nos próximos meses, 143 novos equipamentos entrarão em funcionamento.

O alvo principal são os condutores que desrespeitam os limites de velocidade, o rodízio de veículos e os que invadem as faixas exclusivas de ônibus.

Hoje, a capital tem 867 aparelhos ativados. A previsão é que a atual administração chegue ao fim com a marca de  1.010.

O número representará um crescimento de 68,3% na comparação com o final da gestão Gilberto Kassab (PSD), que encerrou o mandato com 600 equipamentos eletrônicos.

Além do aumento, os novos equipamentos também são mais modernos. Conseguem acompanhar a circulação de um número maior de veículos por faixa de tráfego e parte deles realiza a leitura automática da placa do infrator.

 

Multas

De acordo com balanço da CET, entre janeiro e abril foram aplicadas 3.832.837 multas de trânsito em São Paulo, um aumento de 13,5% em relação às 3.375.048 registradas nos quatro primeiros meses do ano passado.

Isso significa que, a cada minuto, 22 motoristas são multados na cidade. Os radares foram responsáveis por 2.707.430 autuações (70,6% do total).

Na radial, equipamento é ‘pegadinha’ para motorista

Um radar instalado na radial Leste virou uma verdadeira “pegadinha” para motoristas.

Como o equipamento fica a menos de 30 metros de um posto de gasolina, motoristas que saem do local podem ser multados injustamente,  segundo reportagem do “Diário de S. Paulo”.

O espaço dos ônibus no trecho onde está o radar funciona das 16h às 21h.

A multa por trafegar na faixa exclusiva dos ônibus é de R$ 53,20, além de três pontos na CNH.

A CET disse que o radar foi instalado no local por ser um trecho crítico em incidência de acidentes e que ele está sob análise técnica.
radar arte

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos