Foco

Judeus etíopes alertam para racismo em Israel

Imagens da polícia israelense atirando granadas de efeito moral geralmente são registradas na Cisjordânia e envolvem manifestantes palestinos. No domingo, a situação foi diferente. A tropa de choque da polícia enfrentou milhares de judeus etíopes no centro de Tel Aviv. Mais de 60 pessoas saíram feridas do protesto.

A manifestação ocorreu por conta de um vídeo publicado há uma semana que mostra dois policiais israelenses socando e tentando prender Demas Fekadeh, soldado israelense de ascendência etíope.

O vídeo de dois minutos de duração é o incidente mais recente de uma série que levantou questões sobre o tratamento de minorias étnicas por Israel.

“Existe racismo em Israel”, disse Fentahun Assefa-Dawit, diretor da Tebeka, grupo de advocacia para etíopes israelenses, que somam cerca de 130 mil.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, recebeu em Tel Aviv o soldado de etnia etíope Demas Fekadeh.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos