logo
Foco
Foco 29/04/2015

Técnicos da Sabesp desaparecem durante trabalho na represa Billings

Motos aquáticas foram usadas na busca pelos técnicos desaparecidos | Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Folhapress

Motos aquáticas foram usadas na busca pelos técnicos desaparecidos | Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Folhapress

As buscas por dois técnicos da Sabesp que sumiram nesta terça-feira na represa Billings, em São Bernardo do Campo, continuaram sem sucesso na tarde desta quarta, segundo o Corpo de Bombeiros.

Os técnicos saíram de lancha às 9h para colher amostras de água na represa e desapareceram.

O sumiço foi comunicado aos bombeiros por volta das 10h30, quando outros funcionários acharam a embarcação girando sobre o próprio eixo e com o motor ligado. Dentro da lancha estavam os materiais de amostragem, sem os dados preenchidos, documentos e os celulares dos desaparecidos.

Nesta quarta, três equipes se concentraram em procurar os homens pelas margens da represa, que tem mais de 100 km2. Os bombeiros encontraram uma jaqueta na água e a família de um dos técnicos reconheceu a roupa. Equipes da Guarda Ambiental e da Sabesp auxiliaram na operação. A Capitania dos Portos de São Paulo informou que também investigará o caso.

Os bombeiros acreditam que um dos homens caiu na água durante o procedimento e o outro pulou para salvá-lo, mas eles não conseguiram voltar para o barco.

Na terça, seis equipes fizeram buscas com botes e equipamentos de mergulho na região onde a lancha foi encontrada.

As oito janelas de sucção instaladas ao longo da represa foram verificadas. A possibilidade da dupla ter sido sugada foi descartada, pois há grades nesses locais.

A Sabesp informou que os técnicos atuam na superintendência de produção de água e possuem mais de 15 anos de serviço. Ambos realizavam o recolhimento de amostras todos os dias.

O local onde a lancha estava indica que os dois podem ter caído em uma região da represa que possui 25 metros de profundidade,  e que fica a 300 metros de uma janela de sucção.