logo
Foco
Foco 28/04/2015

Oito milhões foram afetados por terremoto no Nepal, diz ONU

Oito milhões de pessoas foram afetadas pelo terramoto devastador registrado no sábado (25) no Nepal, anunciou nesta terça-feira (28) a ONU (Organização das Nações Unidas).

Mais de 1,4 milhão de pessoas precisam de alimentos, informou a ONU, alertando também para a falta de água e abrigo no país com cerca de 28 milhões de habitantes. A ONU vai fornecer assistência alimentar às pessoas atingidas. “O Programa Alimentar Mundial prevê assistência humanitária nos próximos três meses a 1,4 milhão de pessoas que têm grande necessidade de alimentos. Será uma operação em massa”, disse a porta-voz do organismo, Elizabeth Byrs, adiantando tratar-se de uma operação muito difícil devido à topografia montanhosa do país.

Dos cerca de 30 milhões de habitantes do Nepal, 40% são menores. A preocupação imediata do Unicef é o risco de propagação de doenças relacionadas à falta de água potável.

Também preocupa o fato de estar próximo o início da temporada de tempestades, em maio, que aumentará a dificuldade das operações de socorro.

O terremoto registrado no sábado (25) no Nepal devastou o país, causou mais de 4,3 mil mortes e afetou 8 milhões de pessoas.

O número de mortos por causa do terremoto subiu para 4.310, anunciou hoje o governo nepalês. Outras 7.953 pessoas ficaram feridas, informou o Ministério do Interior.

Balanço anterior apontava para 4.010 mortos, sendo que quase 100 vítimas morreram em países vizinhos do Nepal.

O abalo, de magnitude 7,8 na escala Richter, teve o epicentro a cerca de 80 quilômetros da capital nepalesa, Katmandu, e foi sentido em outros países, como a Índia, China, Bangladesh e Paquistão.

Leia mais:
Número de mortos por terremoto no Nepal pode chegar a 10 mil, diz premiê