logo
Foco
Foco 28/04/2015

Bebê real injetará mais de 350 milhões na economia britânica

Kate deixa o hospital com o filho nos braços, em julho | Chris Jackson/ Getty images

Kate Middleton pode dar a luz à qualquer momento | Chris Jackson/Getty images

Analistas estimam que o novo bebê real, o segundo herdeiro de Kate Middleton e Príncipe William, pode impulsionar a economia britânica assim como seu irmão mais velho, George.

De acordo com a pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisas de Vendas do Reino Unido, ele poderá injetar mais de R$ 350 milhões de reais no mercado de artigos relacionados ao recém-nascido.

Quando a primeira criança nasceu, cerca de um bilhão de reais movimentou a economia do país. No entanto, especialistas afirmam que se for menina, a quantia esperada é maior.

Segundo o diretor responsável pela pesquisa, Joshua Bamfield, “Em longo prazo, se o bebê for uma menina, isso dará aos varejistas e designers britânicos um momento ótimo já que os fãs da realeza devem querer imitar todas as novas peças de roupas, vestido, etc. Isso deve continuar até que ela tenha pelo menos 25 anos”, afirmou em entrevista ao “ABC News”.