logo
Foco
Foco 27/04/2015

Confiança do consumidor sobe 3,3% em abril, segundo FGV

Apesar do aumento, o índice caiu em relação ao mês de janeiro | Marcelo Camargo/Agência Brasil

O aumento interrompeu três meses seguidos de quedas | Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu 3,3% em abril e interrompeu três meses seguidos de quedas, mas o primeiro resultado positivo do ano ainda é insuficiente para apontar uma mudança na tendência, de acordo com a Fundação Getulio Vargas.

Segundo os números divulgados nesta segunda-feira pela FGV, o índice atingiu 85,6 pontos neste mês ante 82,9 pontos em março, quando havia recuado 2,9%. Nos três primeiros meses do ano, o ICC acumulou perdas de 13,8%, de acordo com a FGV.

“A primeira alta do ICC no ano é uma boa notícia, mas insuficiente para se caracterizar como uma mudança de tendência. A média móvel trimestral do índice continua em queda e o avanço de abril atingiu apenas duas das quatro faixas de renda monitoradas”, destacou o superintendente adjunto para ciclos econômicos da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Jr, em nota.

O resultado de abril decorre tanto da melhora da satisfação com a situação atual quanto das expectativas em relação aos próximos meses.

O Índice da Situação Atual (ISA) subiu 3,3% em abril, atingindo 80,3 pontos. Por sua vez, o Índice de Expectativas avançou 2,7%, para 88,1 pontos.

A baixa confiança tanto dos consumidores quanto do empresariado tem sido um dos pontos fracos da economia brasileira, e sua recuperação umas das principais meta da equipe econômica.