logo
Foco
Foco 24/04/2015

Apple Watch tem lançamento global discreto

Issei Kato/Reuters

Estilista japonês Hajime Shimada exibe seu novo Apple Watch | Issei Kato/Reuters

O Apple Watch, o relógio conectado da Apple, chegou nesta sexta-feira às lojas de nove países, para a alegria dos fãs incondicionais, mas sem o habitual espalhafato que acompanha os lançamentos da marca.

A Apple decidiu lançar seu novo dispositivo em um número limitado de países: Japão, China, França, Estados Unidos, Austrália, Canadá, Alemanha, Hong Kong e Reino Unido.

Já no meio da manhã, cerca de 30 clientes que haviam reservado previamente seu produto esperavam diante da loja SoftBank, no bairro de Ginza, em Tóquio.

“Quero ver o que é possível fazer com esse relógio inteligente. O preço [R$ 1.127 pelo modelo básico] não me incomoda muito”, afirma Yoshimi Kimura, um dos primeiros da fila. Outro cliente diz estar atraído pelo lado prático do objeto, utilizado conjuntamente com o iPhone 5 e 6, e outro pelas funções de acompanhamento da atividade física.

O Apple Watch, primeiro novo produto apresentado pela Apple desde o iPad, em 2010, também permite a seu proprietário escutar música, receber SMS e receber e fazer chamadas telefônicas.

O Apple Watch tem três versões e as duas mais luxuosas estão sendo vendidas de forma exclusiva na loja Isetan, no Japão.

Mas a Apple não está sozinha no nicho dos smartwatches, e enfrenta a concorrência da japonesa Sony e da coreana Samsung. A chinesa Huawei lançará em breve seu próprio modelo.