logo
Foco
Foco 23/04/2015

Homem pega 14 anos de prisão por matar jovem em lanchonete em São Paulo

A justiça de São Paulo condenou, nesta quinta-feira, a 14 anos de prisão Fernando de Araújo Lopes da Silva pela participação na morte de Diego Ribeiro Cassas, de 18 anos, em junho de 2013.

O crime ocorreu no estacionamento da loja do Mc Donald’s localizada na esquina das avenidas Henrique Schaumann e Rebouças, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. O assassinato foi flagrado pelas câmeras de segurança do estabelecimento.

A sentença foi lida no fim da noite desta quarta-feira no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo.

Caio Rodrigues, a autor do disparo que matou Diego, permanece foragido.

Relembre o caso

O jovem Diego Cassas, de 18 anos, foi morto com quatro tiros em uma lanchonete do McDonald’s no cruzamento entre a Rua Henrique Schaumann com a Avenida Rebouças, um dos mais movimentados de São Paulo. O crime foi decorrência de uma briga em uma balada na Barra Funda.

Ele estava acompanhado de mais cinco amigos, que foram para a balada em dois carros. No local, eles se estranharam com um outro grupo de amigos.

A polícia ainda não tem informações concretas, mas, antes do assassinato, os dois grupos brigaram também em uma outra lanchonete da cidade.

Depois, Diego e seus amigos se dirigiram para o estabelecimento na Henrique Schaumann com a Rebouças, e ficaram no estacionamento conversando.

De repente, dois homens, andando, foram até o grupo e efetuaram os quatro disparos contra Diego. O Corpo de Bombeiros prestou atendimento médico, mas o homem morreu no local. A dupla fugiu em um carro que estava parado próximo do local esperando por ela.