logo
Foco
Foco 22/04/2015

Reconstrução de Xanxerê levará pelo menos um ano

Voluntários separam doações para vítimas de tornado | Nelson Antoine/Frame/Folhapress

Voluntários separam doações para vítimas de tornado | Nelson Antoine/Frame/Folhapress

O prefeito de Xanxerê, em Santa Catarina, afirmou nesta quarta-feira que a reconstrução da cidade levará cerca de um ano. Na tarde de segunda-feira, o município foi atingido por um tornado. Duas pessoas morreram e 120 ficaram feridas. Nesta quarta, a cidade ainda contabilizava 6 mil desabrigados.

Doze pessoas permanecem internadas em hospitais da região. Entre elas está o filho de uma das vítimas, de 8 anos, que permanece em estado grave. Ele sofreu traumatismo craniano e está em coma. Uma outra criança, de 5 anos, também está em estado grave.

Nesta quarta, cem soldados do Exército enviados pelo governo federal começaram a ajudar na retirada dos escombros. Apenas quando a busca por vítimas terminar, a prefeitura pretende começar os trabalhos de reconstrução da cidade.

Captura de Tela 2015-04-22 às 20.25.26Os militares também trabalhavam junto com voluntários na separação de donativos para as vítimas. Segundo a Defesa Civil, a prioridade de doações é de água, comida e materiais de construção. Cerca de 2,6 mil casas foram atingidas e mil delas já foram cadastradas.

O ministro do Trabalho e Emprego enviará nesta quinta uma força tarefa para a emissão de carteiras de trabalho aos afetados. Os documentos darão acesso ao FGTS e outros benefícios.

Desde terça, o município está em estado de calamidade pública. De acordo com a Casan (distribuidora de água do Estado), o abastecimento de água de vários bairros de Xanxerê ainda estava prejudicado e será reparado em até três dias.