logo
Foco
Foco 22/04/2015

Criminoso morre após arrastão em restaurante em São Paulo

Estabelecimento não estava lotado quando foi invadido por três homens armados | Nivaldo Lima/Futura Press

Estabelecimento não estava lotado quando foi invadido por três homens armados | Nivaldo Lima/Futura Press

Um bandido morreu, dois foram presos e um quarto conseguiu fugir após a quadrilha realizar um arrastão em um restaurante japonês, no Paraíso, região central de São Paulo, na noite de terça-feira.

O grupo levou apenas cinco minutos para render mais de 20 pessoas – entre clientes e funcionários. O estabelecimento não estava lotado quando foi invadido por três homens – todos armados. Um quarto esperava pelos comparsas no carro.

O cozinheiro, funcionário do restaurante há 9 anos, afirma que nunca passou por isso no local.

Ele, a patroa e colegas – todos na cozinha – conseguiam deixar o local pela porta dos fundos e acionaram polícia.

Após recolher dinheiro do caixa e pertences dos clientes, os criminosos fugiram. A PM (Polícia Militar) foi auxiliada pelo rastreador de um dos celulares das vítimas.

Os policiais localizaram o carro e, após uma rápida perseguição, o veículo, com queixa de roubo, bateu contra uma árvore na Rua 13 de Maio, no Bixiga, bairro vizinho.

Um dos assaltantes desceu atirando e, no revide, ele foi baleado e morto. Outros dois acabaram presos, mas o quarto suspeito conseguiu fugir a pé.

Os dois bandidos detidos foram encaminhados para o DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

Lá, pelo menos 15 vítimas do arrastão no restaurante reconheceram a dupla.