logo
Foco
Foco 16/04/2015

Três ataques deixam seis mortos e um ferido na zona sul de SP

Segundo testemunhas, os ataques partiram de homens que estavam em um carro que passou em alta velocidade | Edu Silva/Futura Press

Segundo testemunhas, os ataques partiram de homens que estavam em um carro que passou em alta velocidade | Edu Silva/Futura Press

Uma chacina deixou seis pessoas mortas e uma ferida na noite de quarta-feira, em São Paulo. Foram três ataques em 30 minutos na Vila Roschel, região de Parelheiros. Desde o início do ano, já são cinco chacinas na capital e uma na Grande São Paulo, totalizando 24 mortes até agora.

Duas pessoas foram baleadas na Rua Sônia e ambas morreram no local. O mesmo ocorreu com outras duas vítimas feridas pelos atiradores na Rua Alice Bastide.

Já na Rua Fonte Nova, outras três pessoas foram atingidas por tiros. Uma delas morreu no local, uma segunda, no pronto-socorro do Grajaú e a terceira continua internada na mesma unidade.

Uma moradora do bairro onde ocorreram os ataques perdeu o tio e o primo. O rapaz havia chegado do interior para visitar o pai, segundo a prima dele.

Um segundo morador, que também não quis se identificar, afirma que as mortes ocorreram após um boato de toque de recolher na região. Testemunhas disseram que os atiradores estavam em um veículo cinza ou prata.

Acredita-se que as mortes estejam relacionadas com o assassinato de um cabo da Polícia Militar. Na manhã de ontem, ele foi morto a tiros por quatro homens quando saía da casa, num sítio, na mesma região.

Nos locais dos crimes foram encontradas cápsulas de pistola calibre 380 e espingarda calibre 12.