logo
Foco
Foco 16/04/2015

Brasileiro gasta R$ 601,92 por mês para comer fora de casa

Os brasileiros desembolsam, em média, R$ 27,36 por dia para almoçar fora de casa nas grandes cidades. O gasto mensal chega a R$ 601,92, o equivalente a 76,4% do salário mínimo nacional (R$ 788).

Os números são de pesquisa encomendada pela Assert (Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalho) e realizada pelo Datafolha em 51 municípios, sendo 23 capitais.

Os valores levam em conta o custo de uma refeição completa (prato principal, uma bebida, sobremesa e cafezinho) durante uma semana com cinco dias de trabalho em um mês com 22 dias úteis. Para quem trabalha aos sábados, a despesa mensal sobe para R$ 711,36, equivalente a 90,3% do salário mínimo.

Entre as regiões, o Sudeste é onde o trabalhador mais gasta para almoçar: R$ 27,76 por dia. O Sul é a região mais barata, com um custo médio diário de R$ 25,70.

No entanto, Florianópolis (SC) é a cidade com maior média de gasto diário (R$ 39,96), seguida pelo Rio de Janeiro (R$ 33,66). Na capital paulista, o trabalhador gasta R$ 27,89. O menor valor é desembolsado em Uberlândia (MG): R$ 20,61.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), só em 2014 os gastos com a alimentação fora de casa subiram 9,79%. Em 10 anos, a alta chegou a 136,14%.

A refeição fora de casa tem ganhado peso nos gastos mensais das famílias, chegando a 31,1% dos gastos, segundo os últimos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009) do IBGE. No levantamento anterior (2002-2003), o percentual era de 24,1%.

20150416_SP12_preço-do-almoço