logo
Foco
Foco 13/04/2015

Incêndio florestal na Sibéria deixa ao menos 15 mortos

Morador da região recolhe o que restou de sua casa após o incêndio | Ilya Naymushin/Reuters

Morador da região recolhe o que restou de sua casa após o incêndio | Ilya Naymushin/Reuters

Um incêndio florestal na região russa de Cacássia, no sul da Sibéria, matou 15 pessoas e causou danos de pelo menos US$ 96 milhões (quase R$ 300 milhões), disse o líder da região nesta segunda-feira.

Em uma videoconferência com o ministro de Emergências, Vladimir Puchkov, transmitida pela televisão, Viktor Zimin, chefe do governo da República da Cacássia, disse que 78 pessoas também foram levadas para o hospital durante diversos dias de incêndio por conta do tempo seco e com ventanias.

Uma escola primária, outras infraestruturas públicas e casas foram danificadas ou destruídas e gados foram mortos.

Incêndios florestais na Rússia geralmente começam quando moradores incendeiam campos de plantação para limpá-los após o inverno, prática comum criticada por ambientalistas e autoridades do Estado.