logo
Foco
Foco 13/04/2015

Casos de dengue no Brasil aumentam 240% no primeiro trimestre do ano

Casos de dengue aumentam no estado de São Paulo, chamando a atenção dos gestores públicos | Divulgação

Casos de dengue aumentam no estado de São Paulo, chamando a atenção dos gestores públicos | Divulgação

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que São Paulo concentra mais da metade dos casos de dengue notificados no país e vive uma epidemia. Nos três primeiros meses do ano, foram 257.809 notificações, um crescimento de 633% na comparação com o mesmo período de 2014 (35.141).

Em todo o país, o ministério já contabiliza 460.500 casos no ano, número  240% maior do que as 135.300 notificações recebidas no primeiro trimestre do ano passado. Isso significa que, em média, 215 brasileiros contraem dengue por dia. Além de São Paulo, Acre, Goiás e Mato Grosso do Sul também enfrentam epidemia.

A confirmação de um quadro de epidemia gerou um bate boca entre o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o ministro da Saúde, Arthur Chioro. Questionado sobre a epidemia, Alckmin questionou a metodologia utilizada pelo órgão federal e afirmou que apenas a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), órgão ligado à Secretaria de Estado da Saúde, pode confirmar se  o Estado enfrenta ou não uma epidemia. O governador disse, ainda, que 80% das contaminações ocorreram dentro de casas.

De acordo com os números do ministério, São Paulo já registra 585,5 casos da doença para cada 100 mil habitantes. A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera que, a partir de 300 infectados para cada 100 mil habitantes, está configurada uma  epidemia. Em nota, a Secretaria da Saúde admite que 235 dos 645 municípios de São Paulo têm um índice epidêmico.

Mortes

De acordo com o balanço do Ministério da Saúde, a dengue já causou 132 mortes neste ano–99 no Estado de São Paulo. Nos três primeiros meses do ano passado, o Estado somava 15 mortes. 

 

Prefeitura instala mais quatro tendas na cidade

A Prefeitura de São Paulo colocou em funcionamento mais quatro tendas de apoio para atendimento aos casos suspeitos de dengue.

Já estão em funcionamento novas tendas nos bairros Jaraguá, M’Boi Mirim e Cidade Ademar. A da Freguesia do Ó será inaugurada na manhã desta terça-feira.

A primeira estrutura da capital foi instalada ao lado da UBS Jardim Vista Alegre, na Brasilândia na última segunda-feira. Entre segunda e sexta-feira, foram atendidas 858 pessoas.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, outras quatro estruturas devem começar a funcionar até a próxima semana nos bairros da Lapa, Rio Pequeno, Vila Manchester e Itaquera.

O governo estadual também prometeu reforçar o combate à doença. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou ontem que estuda implantar tendas médicas com o apoio das prefeituras.

Na última sexta-feira, o prefeito da capital, Fernando Haddad (PT), já havia dito que estava negociando uma parceria com o Estado para implantar as novas estruturas.

O governador prometeu também destinar uma equipe de 500 agentes de saúde, 30 médicos, 150 atomizadores e 50 veículos para auxiliar no combate da dengue. 

dengue-estado-de-sao-paulo