logo
Foco
Foco 11/04/2015

Obama anuncia visita de Dilma a Washington em junho

| Jonathan Ernst/Reuters

Dilma e Obama durante a Cúpula das Américas | Jonathan Ernst/Reuters

O presidente americano, Barack Obama, anunciou neste sábado (11) que a colega brasileira, Dilma Rousseff, irá a Washington em 30 de junho, dois anos depois de ela ter cancelado uma visita após denúncias de que teria sido alvo de espionagem.

Obama fez o anúncio durante encontro bilateral com Dilma, à margem da VII Cúpula das Américas, no Panamá.

Esta será a primeira visita de um presidente brasileiro a Washington em 20 anos.

O convite tinha sido feito pelo vice-presidente Joe Biden no mês passado, durante um telefonema, numa tentativa de recompor a relação bilateral, abalada por revelações de espionagem contra a presidente Dilma em 2013.

Estas denúncias, feitas pelo ex-analista da agência de segurança nacional (NSA) dos Estados Unidos, Edward Snowden, levaram Dilma a suspender uma visita à capital americana, prevista para outubro de 2013.

As revelações indicavam que os Estados Unidos tinham espionado as comunicações de milhões de brasileiros, bem como de empresas como a Petrobras, além da própria presidente Dilma e de vários de seus assessores.

Obama enviou Biden várias vezes ao Brasil com a missão de suavizar a tensão, e o vice-presidente americano compareceu, em janeiro, à posse de Dilma para o segundo mandato.