logo
Foco
Foco 09/04/2015

Zelador mata motoboy a tiros na zona oeste de São Paulo

Homem foi socorrido e morreu no hospital | Valdecy Messias/Sigmapress/Folhapress

Homem foi socorrido e morreu no hospital | Valdecy Messias/Sigmapress/Folhapress

O motoboy Júlio César Galvão, de 26 anos, foi baleado no início da tarde desta quinta-feira durante uma discussão na rua Apinajés, em Perdizes, zona oeste. O principal suspeito do crime é o zelador Francisco da Costa, que trabalhava em um prédio próximo ao local do crime.

Após ser baleado, o motoboy chegou a ser levado ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu.

O crime ocorreu por volta das 13h20. A PM (Polícia Militar) solicitou filmagens de câmeras de segurança do entorno e suspeita que o crime tenha sido passional.

Testemunhas disseram que Costa corria atrás de Galvão durante uma briga. Ele sacou uma arma e disparou diversas vezes contra o homem, que foi atingido duas vezes.

Segundo a PM, um outro tiro atingiu um carro com três pessoas que passavam pelo local, entre elas duas crianças. Ninguém ficou ferido.

Conhecidos do casal relataram que a discussão teria sido por causa da mulher de Galvão, funcionária de uma loja de materiais de construção próxima ao prédio do zelador. Segundo eles, ela era constantemente assediada pelo suspeito. O casal estava junto há sete anos e tinha uma filha de três.

Após o crime, o zelador fugiu de carro.