logo
Foco
Foco 08/04/2015

Júri considera Tsarnaev culpado por atentado em Maratona de Boston em 2013

Tsarnaev (à esq.) e advogados de defesa: morte ou perpétua | J.F.Collins/Reuters

Tsarnaev (à esq.) e advogados de defesa: morte ou perpétua | J.F.Collins/Reuters

O júri responsável por julgar o atentado a bomba durante a Maratona de Boston em 2013 considerou nesta quarta-feira Dzhokhar Tsarnaev, 21 anos, culpado pelo assassinato de três pessoas e por ferir 264 em 15 de abril de 2013 durante o evento esportivo que mais atrai pessoas na cidade. Ele também foi considerado culpado de matar um policial a tiros quatro dias depois. O ataque aconteceu após duas bombas de fabricação caseira explodirem com 12 segundos de diferença no meio da multidão, perto da linha de chegada da maratona. Seu irmão mais velho, Tamerlan, morto pela polícia, também participou da ação.

Das 30 condenações de Tsarnaev, 17 são crimes passíveis de pena de morte. Em uma segunda fase do julgamento, provavelmente na próxima semana, os jurados terão de decidir se ele será ou não executado. Tsarnaev pode ainda ser condenado à prisão perpétua.

Em pouco mais de um mês de julgamento, a defesa convocou quatro testemunhas, que falaram por cerca de cinco horas. O governo trouxe 92 testemunhas, cujos depoimentos foram realizados por 15 dias. O júri do caso foi formado por 18 jurados – oito homens e dez mulheres.