logo
Foco
Foco 07/04/2015

Polícia prende suspeito de estupro na estação do Metrô de São Paulo

Guilherme Lucas dos Santos Rodrigues foi detido na zona leste | Leonardo Benassatto/Futura Press

Guilherme Lucas dos Santos Rodrigues foi detido na zona leste | Leonardo Benassatto/Futura Press

A Polícia Civil prendeu na madrugada de ontem um dos suspeitos de estuprar uma jovem de 18 anos na estação República (linha-3 Vermelha) do metrô.  A vítima foi atacada dentro de uma cabine de recarga do Bilhete Único, onde trabalhava como prestadora de serviço.

Guilherme Lucas dos Santos Rodrigues, de 20 anos, foi preso por volta de 1h, na Cohab Juscelino, em Guaianazes, zona leste. A polícia conseguiu identificá-lo pro meio de imagens de câmeras de vigilância e denúncias anônimas. Rodrigues é ex-funcionário da Prodata Mobility, a mesma empresa em que a vítima trabalhava.

Em depoimento, Rodrigues disse que  a relação foi consensual e que ele e a vítima já haviam se encontrado outras vezes. A versão foi refutada pelo delegado responsável pela investigação.

Agora, a polícia procura por um segundo suspeito,  Rafael Gonçalves de Lima, de 24 anos, também identificado nas imagens. A suspeita é de que eles invadiram o local para roubar e acabaram cometendo o estupro. A polícia apura a participação de mais dois homens no crime. Eles teriam ficado em um carro esperando Rodrigues e Lima.

O crime ocorreu por volta das 23h30 de quinta-feira. A jovem foi atacada quando encerrava o expediente e deixava a cabine