logo
Foco
Foco 06/04/2015

Após ser detido em blitz, Mano Brown, do Racionais, é liberado de delegacia

Mano Brown | Bruno Poletti/Folhapress

Mano Brown | Bruno Poletti/Folhapress

O rapper Pedro Paulo Soares Pereira, 44 anos, conhecido como Mano Brown, do grupo Racionais MCs, foi preso na tarde desta segunda-feira na Vila Andrade, zona sul.

Segundo a PM (Polícia Militar), ele teria tentado furar uma blitz na avenida Carlos Caldeira Filho, por volta das 16h. Após ser parado, foi constatado que o músico estava com a documentação vencida, dando início a uma discussão.

Em entrevista ao jornal “O Globo”, a mulher e empresária de Mano Brown, Eliane Dias, contou que o rapper chegou a ser agredido por cerca de 10 policiais, após a discussão. A Polícia Militar nega ter conhecimento da agressão.

Mano Brown foi detido por desacato, desobediência e resistência à prisão e  conduzido ao 37º DP (Campo Limpo).

O ex-senador e atual secretário de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Eduardo Suplicy, esteve na delegacia para apoiar o músico, que foi liberado por volta das 20h.