logo
Foco
Foco 02/04/2015

Filho do governador de São Paulo morre após queda de helicóptero

Thomaz, ao lado mãe, Lu Alckmin | Rubens Chaves/Folhapress

Thomaz, ao lado mãe, Lu Alckmin | Rubens Chaves/Folhapress

Thomaz Rodrigues Alckmin, filho do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, está entre as vítimas que morreram no acidente de helicóptero ocorrido na tarde desta quinta-feira (2) em Carapicuíba, na Grande São Paulo. A queda matou outras quatro pessoas, incluindo o piloto da aeronave, que tinha três décadas de profissão.

Thomaz, que tinha 31 anos, estava tirando brevê e precisava de mais horas de voo, por isso atuava como copiloto. Em nota divulgada no início da noite, a empresa Sepatri, dona do aparelho, havia informado apenas que quatro ocupantes da aeronave – o piloto e mais três mecânicos – haviam morrido na queda, que aconteceu sobre uma casa em construção.

Ainda segundo o comunicado, o helicóptero, que tinha 4 anos e 600 horas de uso, havia acabado de passar por uma manutenção preventiva e fazia um voo de teste.

O acidente ocorreu a menos de 100 metros da casa do diretor de externas Bolinha, do programa Pânico na Band. Ele contou que o helicóptero desceu “virando de ponta cabeça”, totalmente descontrolado, e as pás da aeronave se quebraram antes que o aparelho se chocasse contra a construção.

Caçula dos três filhos do governador, Thomaz tinha dois filhos e era casado desde 2011 com a arquiteta Taís Fantato.

Aeronave caiu sobre casa em construção / Reprodução/Band

Aeronave caiu sobre casa em construção / Reprodução/Band