logo
Foco
Foco 01/04/2015

Volkswagen concede férias coletivas a 4,2 mil trabalhadores em Taubaté

fabrica-carros-taubate-Roosevelt-Cassio-reuters980

A Volkswagen concedeu férias coletivas até 18 de abril a 4,2 mil dos 5 mil trabalhadores | Roosevelt Cassio/Reuters

A Volkswagen concedeu férias coletivas até 18 de abril a 4,2 mil dos 5 mil trabalhadores da fábrica da cidade de Taubaté. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, a medida paralisará totalmente a unidade, que produz os modelos Voyage e Up.

A empresa divulgou apenas que “a Volkswagen tem feito uso de ferramentas de flexibilização para adequar o volume de produção à demanda do mercado”.

Segundo o sindicato, a suspensão do terceiro turno de trabalho na unidade de Taubaté seria um dos motivos para a concessão das férias. Os turnos de trabalho na fábrica começavam às 6h, às 14h e às 22h.

A nova forma de produção extinguirá o último turno e remanejará 920 trabalhadores para os demais turnos. Para o sindicato, a mudança exigiria adaptações na produção e, por isso, a empresa teria optado pelas férias.

Ford demite 137 trabalhadores

A Ford demitiu 137 funcionários da fábrica de Taubaté (SP) nesta terça-feira (31). Eles estavam afastados por meio do lay-off, quando os contratos de trabalho ficam suspensos temporariamente, desde agosto de 2014, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté. Hoje o prazo do programa venceu.

A fábrica tem cerca de 1,7 mil trabalhadores, sendo 1,5 mil empregados na produção. Além dolay-off, houve redução de carga horária sem comprometimento no salário desde agosto do ano passado, quando a unidade passou a operar quatro dias por semana, informou o sindicato.

A Agência Brasil tentou contato com a Ford por telefone, mas não conseguiu resposta até a publicação da matéria.