logo
Foco
Foco 01/04/2015

Tenda da dengue é alvo de vandalismo na zona norte de São Paulo

Parede da tenda de apoio para conter dengue aparece rasgada | Zanone Fraissat/Folhapress

Parede da tenda de apoio para conter dengue aparece rasgada | Zanone Fraissat/Folhapress

A tenda da prefeitura montada para tratar pacientes com sintomas de dengue na Brasilândia, na zona norte, teve três partes da lona que reveste as paredes rasgadas antes da sua inauguração.

O rasgo foi feito durante a noite desta terça-feira, com uma faca ou tesoura.

Com o dano, a montagem da tenda será concluída nesta quinta e a previsão é que o atendimento comece a funcionar na segunda-feira, a partir das 10h.

A estrutura, instalada ao lado da UBS Jardim Vista Alegre, conta com a parceria do hospital Albert Einstein. Estarão disponíveis três clínicos, um pediatra, quatro enfermeiros e cinco técnicos de enfermagem. O atendimento funcionará de segunda à sexta, das 8h às 18h. Os profissionais farão a triagem dos casos e, se necessário, darão soro e remédios aos pacientes.

Por enquanto, o local tem apenas revestimento de lona e tablado no chão.

A prefeitura afirmou que a tenda possui seguranças das 7h às 19h, e conta com alarmes e a ronda da Guarda Municipal no restante do dia. Para evitar vandalismos, haverá segurança 24h no local a partir desta quinta.

Até 14 de março, foram registrados 4.436 casos de dengue na cidade. Duas mortes pela doença já foram confirmadas e outras 10 são investigadas.