logo
Foco
Foco 01/04/2015

Garis voltam ao trabalho em cidades do ABC paulista

Foto de arquivo mostra lixo acumulado em São Caetano | Danilo Verpa/Folhapress

Foto de arquivo mostra lixo acumulado em São Caetano | Danilo Verpa/Folhapress

Os seis mil garis que estavam em greve desde o último dia 23, em cinco cidades do ABC paulista, voltaram ao trabalho. Em outras 125 cidades do estado a paralisação continua. No caso do ABC, que enfrentava uma situação crítica na limpeza pública, as negociações foram feitas de forma paralela às demais em que os patrões mantiveram a proposta de 8,5% de aumento nos salários.

Em Diadema, Santo André, São Caetano do Sul, Mauá e Ribeirão Pires, os garis aceitaram a proposta de reajuste salarial de 9,5% feita nesta terça-feira (31), após audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, e retomaram as atividades no final da noite. A categoria reivindicava aumento de 11,73%.

De acordo com a Federação de Trabalhadores em Serviços, Asseio e Conservação Ambiental, Urbana e Áreas Verdes do Estado de São Paulo, a greve que começou no dia 23 atinge ainda 24 mil trabalhadores em 125 municípios paulistas. As cidades com situação mais crítica agora são: Piracicaba, Taboão da Serra, Guarulhos, Araçatuba, Osasco e Itanhaém.

Na próxima segunda-feira (6), haverá audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.