logo
Foco
Foco 01/04/2015

FBI confirma morte de terrorista que valia R$ 15,8 milhões

oi morto numa ofensiva nas Filipinas em janeiro deste ano | Reprodução

Zulkifli bin Hir foi morto numa ofensiva nas Filipinas em janeiro deste ano | Reprodução

O FBI, a polícia federal norte-americana, confirmou nesta quarta-feira que Zulkifli bin Hir, um dos “terroristas mais procurados” de sua lista, foi morto numa ofensiva nas Filipinas em janeiro deste ano. O FBI oferecia US$ 5 milhões pela prisão de Bin Hir, um membro malaio do grupo militante Jemaah Islamiah, ligado à Al Qaeda, que esteve por trás de vários ataques a bomba nas Filipinas.

Bin Hir chegou a ser descrito em um relatório antiterrorismo como “uma cobra que se transformou em um dragão”.