logo
Brasil
Brasil 01/04/2015

Governo Dilma é desaprovado por 64%, diz pesquisa CNI/Ibope

Passado três meses do segundo mandato, o governo da presidente Dilma Rousseff é reprovado por 64% da população, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira pela CNI (Confederação Nacional da Indústria). É uma queda de 37 pontos percentuais em relação ao último levantamento de dezembro.

A avaliação positiva do governo também despencou de 40% no fim do ano passado para 12% atualmente.

A desconfiança na presidente subiu de 44% para  74% no mesmo período. Um total de 24% disseram confiar em Dilma, indicador que era de 51% no último trimestre.

A maneira de governar teve a maior queda na avaliação: aprovada em dezembro por  52% da população agora atinge 79% de reprovação — 19% aprovam.

Para 76% dos entrevistados, o segundo mandato da presidente está sendo pior que o primeiro e 55% acreditam que vai ficar ainda pior.

Entre os eleitores

Os índices de reprovação do governo também crescem entre os eleitores que disseram ter votado em Dilma nas últimas eleições. Em dezembro, 80% diziam aprová-lo contra 34% registrado em março. Entre aqueles que votaram no candidato derrotado Aécio Neves (PSDB), o indicador caiu de 16% para 3% no mesmo período. “Percebemos um descontentamento das pessoas em razão do agravamento da crise econômica e das medidas de ajuste fiscal”, afirma o gerente-executivo de Pesquisa da CNI, Renato da Fonseca

Por área

O combate à fome e à pobreza tem a melhor avaliação entre os setores do governo com aprovação de 33%. Em contrapartida, impostos e taxas de juros são aprovados por 7%. Carro-chefe do segundo mandato, cujo lema é ‘Pátria Educadora’, a política de Educação é reprovada por 73% dos entrevistados.

20150402_DF03_Tempos-de-crise-Pesquisa

CLIQUE PARA AMPLIAR