Foco

Alemães se vingam de baladeiros com tinta que repele urina

Moradores de St. Pauli, bairro boêmio da cidade alemã de Hamburgo, estão se vingando dos baladeiros de fim de noite que urinam em edifícios públicos com uma nova tinta de alta tecnologia que faz com que os jatos voltem em sua direção. (Confira vídeo no fim do texto)

Um grupo local aplicou a tinta especial, que contém um repelente de líquido e também é usada na construção de navios, em dois prédios bastante frequentados na renomada vizinhança perto do porto para deter os “Wildpinkler” (mijões selvagens, em tradução livre do alemão).

«Essa tinta manda aos perpetradores o recado de que não são bem-vindos para urinar à vontade nesta parede”, disse Julia Staron, que organizou o grupo. “A pintura protege os edifícios e os moradores e, o mais importante, mostra que esse comportamento não é legal”.

A tinta hidrofóbica, entretanto, é cara.

Staron afirma custar 500 euros (1.651 reais) para pintar uma área de seis metros quadrados, mas que valeu a pena e que a medida já está tendo um efeito positivo nas paredes recém-protegidas. “Se você comparar o trabalho envolvido na limpeza diária da bagunça e o cheiro horrível, assim como todo o dano colateral, com certeza está compensando”, afirmou.

Staron disse que seu grupo comunitário teve a ideia depois de perceber que métodos convencionais não estavam surtindo o resultado desejado.

“Tentamos analisar o problema e encontrar uma solução”, explicou. “Estávamos especialmente interessados em alguma ideia que fosse adequada para este bairro”, disse, referindo-se ao famoso distrito de casas noturnas e bordéis de St. Pauli.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos