Foco

Confronto entre Hezbollah e Israel mata três e fere sete

Dois soldados israelenses e um espanhol integrante de uma missão de paz morreram nesta quarta-feira em um confronto entre o Hezbollah e Israel, elevando temores de uma escalada do conflito entre o grupo militante e o Estado israelense.

O Hezbollah lançou um míssil contra veículos militares israelenses na fronteira com o Líbano, na maior ofensiva realizada por guerrilheiros do grupo libanês contra forças de Israel desde a guerra de 34 dias de 2006. Outros sete soldados israelenses ficaram feridos no ataque.

Em resposta, a artilharia israelense disparou contra uma fazenda em campo aberto no sul do Líbano, logo após o ataque. Autoridades de segurança libanesas informaram que Israel disparou pelo menos 25 mísseis contra o Líbano. Um soldado espanhol da missão de paz, que integrava uma força de monitoramento da ONU no sul do Líbano, morreu após a ofensiva israelense.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que fez da segurança sua maior prioridade na campanha de reeleição para a votação de 17 de março, disse que “quem quer que esteja tentando nos desafiar na fronteira norte deveria levar em conta a ofensiva israelense em Gaza em 2014”.

Falando em Sderot, cidade israelense na divisa com a Faixa de Gaza, Netanyahu afirmou que Israel “está preparado para agir poderosamente em todas as frentes. A segurança vem antes de tudo”.

A área fronteiriça estava basicamente calma desde o conflito de 2006, já que o Hezbollah, apoiado pelo Irã, está lutando ao lado do presidente sírio, Bashar al-Assad, na guerra civil síria. Israel está atento à Faixa de Gaza, onde lutou contra militantes do Hamas durante 50 dias em meados do ano passado.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos