Foco

Manifestação do MTST ocupa ruas do centro de São Paulo

Manifestantes no viaduto do Chá | Wagner Rodrigues/Folhapress
Manifestantes no viaduto do Chá | Wagner Rodrigues/Folhapress

Integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) voltaram a travar ruas do centro na tarde desta quarta-feira em um protesto contra a reintegração de posse da ocupação chamada de “Portal do Povo”, no Portal do Morumbi.

Segundo a PM (Polícia Militar), o grupo era formado por 2,5 mil pessoas. De acordo com o MTST, eram 6 mil manifestantes. Segundo a CET, o movimento já realizou 30 protestos este ano.

O grupo se reuniu no vão livre do Masp, por volta das 13h. Após fechar a avenida Paulista, no sentido Consolação, os manifestantes desceram a Consolação, que ficou totalmente bloqueada, no sentido centro.

Depois, seguiram pela rua Xavier de Toledo e pelo viaduto do Chá, até chegar na frente da sede da Secretaria da Habitação, na rua Líbero Badaró.

Às 16h30, integrantes do MTST foram recebidos pelo secretário municipal de Habitação, José Floriano de Azevedo Marques Neto.

Secretário de Habitação foi escoltado ao sair do prédio | Joel Silva/Folhapress
Secretário de Habitação foi escoltado ao sair do prédio | Joel Silva/Folhapress

Os sem-teto reivindicam que o terreno, que pertence à construtora Even há três anos, seja desapropriado e transformado em área de habitação popular. O terreno foi invadido na madrugada do dia 21 de junho por cerca de 4 mil famílias.

O MTST diz que a área invadida está abandonada há 20 anos, “servindo apenas para a especulação imobiliária, não cumprindo sua função social de acordo com a Constituição Federal.”

Em nota, a construtora diz que a liminar para a reintegração de posse do terreno já foi expedida e está em fase de cumprimento e que “confia na Justiça para garantir o direito à propriedade privada, previsto na Constituição.”

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos