Brasil

Cesar Maia e outros 34 políticos têm candidatura impugnada

Vereador é acusado em improbidade administrativa em construção de igreja  | Leandro Marins/ Flickr César Maia
Vereador é acusado em improbidade administrativa em construção de igreja
| Leandro Marins/ Flickr César Maia

A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (PRE-RJ) informou, através de nota oficial divulgada nesta segunda-feira, que impugnou a candidatura de 35 políticos, entre eles a do ex-prefeito Cesar Maia (DEM), que concorre a uma vaga ao Senado.

Feita com base na Lei da Ficha Limpa, a impugnação acontece quando o Ministério Público Federal (MPE) contesta de um registro de candidatura. No caso de Maia, que está na chapa Luiz Fernando Pezão (PMDB), que disputa a reeleição ao governo do Estado, a medida acusa o candidato de improbidade administrativa, que pode ser caracterizada, entre outras coisas, por enriquecimento ilícito e lesão ao patrimônio público.

A impugnação, que passa pela aceitação do Ministério Público Eleitoral (MPE) não proíbe os candidatos de continuarem sua campanha, pois caso seja aceita ainda deve ser julgada pelos tribunais eleitorais. Portanto, os nomes dos candidatos não saem da opção de votação nas urnas.

Cesar Maia, que atualmente é vereador, foi acusado de improbidade por causa da construção da Igreja de São Jorge, no bairro de Santa Cruz, no Rio de Janeiro. Segundo a procuradoria, a obra foi financiada com recursos públicos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos