Foco

Para a polícia, publicitário premeditou morte de zelador

Acusado de matar zelador do prédio onde mora, publicitário Eduardo Martins no momento da prisão | Marco Ambrosio/Folhapress
 Eduardo Martins no momento da prisão  | Marco Ambrosio/Folhapress

Segundo a polícia, Eduardo Martins premeditou matar e esquartejar Jezí Lopes de Souza, o zelador do prédio onde mora em São Paulo. A investigação aponta que ele estava com tudo pronto para fugir. A polícia encontrou armas e documentos falsificados no apartamento do publicitário.

Leia mais:
Suspeito de matar zelador pode estar envolvido em outro crime
Mulher de suspeito de matar zelador é libertada em São Paulo
Em vídeo, suspeito conta como matou zelador de prédio

Ainda de acordo com a polícia, outra novidade do caso é que o zelador pode ter sido sedado e colocado vivo na mala que escondeu o corpo.

Nesta quinta-feira, autoridades também acharam sangue em uma bota que seria de Ieda, a mulher de Eduardo, também suspeita de participação no caso.

Em 2005, o ex-marido de Ieda, José Jair Farias foi encontrado baleado em seu carro na capital fluminense. Após o assassinato, Ieda recebeu um seguro em dinheiro. Na época ela foi ouvida pela polícia.

Entenda o caso
Na última sexta-feira, o publicitário se envolveu em uma briga com o zelador, com quem disse ter tido desavenças. Por esse motivo, ele o matou, colocou o corpo em uma mala e levou para uma casa de praia, onde esquartejou e queimou os restos mortais.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos