Foco

Em teste de verdade, Brasil vence último jogo antes da Copa

Fred comemora com Hulk após marcar o único gol da partida | Paulo Whitaker/Reuters
Fred comemora com Hulk após marcar o único gol da partida | Paulo Whitaker/Reuters

Se o objetivo era fazer um teste de verdade para a Copa do Mundo, a meta foi alcançada. Encarando um adversário duro e com bom toque de bola, o Brasil sofreu para superar a Sérvia, por 1 a 0, nesta sexta-feira, no Morumbi, no último compromisso antes da estreia no Mundial.

O amistoso contra a Sérvia serviu para mostrar algumas deficiências do Brasil, que precisam ser corrigidas nos treinamentos. Além da dependência exagerada de Neymar, o time tem sérios problemas de organização na zaga, na saída de jogo e na armação no ataque – a bola não chega nos atacantes em condições de arremate.

Agora, a Seleção só volta a campo na abertura da Copa do Mundo, na próxima quinta-feira, no Itaquerão, contra a Croácia.

Leia também
Machucado nas costas, Ribéry está fora da Copa do Mundo

O jogo

Como era de se esperar, o Brasil enfrentou muita dificuldade nos primeiros minutos diante da forte marcação da Sérvia. O time da antiga Iugoslávia mostrou bom toque de bola, principalmente pelos lados do campo.

Com Neymar especialmente marcado, o Brasil só conseguiu sair do seu campo depois dos 10 minutos de jogo. Mesmo assim, sem levar perigo ao gol de Stojkovic.

Apesar de não ter se classificado para a Copa, tendo ficado de fora numa chave das Eliminatórias que incluía Bélgica e Croácia, a Sérvia dominou o primeiro tempo e ficou perto de marcar algumas vezes.

Aos 25, David Luiz quase fez contra, numa trapalhada com Julio Cesar, quando botou para escanteio uma bola cruzada da esquerda. Aos 31, Mitrovic cabeceou sozinho da marca do pênalti e mandou rente à trave.

Julio Cesar quase matou o torcedor do coração ao repor a bola em jogo, já aos 44, quando mandou nos pés de Tadic. Para sorte do goleiro, o sérvio se atrapalhou e não conseguiu concluir para o gol, que estava vazio naquele momento.

Apesar do sufoco do primeiro tempo e do começo do segundo, o Brasil chegou ao gol graças a estrela de Fred e, curiosamente, sem a interferência de Neymar. Aos 14, Thiago Silva fez o que Daniel Alves não conseguiu fazer o jogo todo e descolou ótimo cruzamento para o camisa 9, que matou no peito e bateu para as redes, mesmo caído no gramado.

O gol brasileiro abriu o jogo, uma vez que a Sérvia foi com mais afinco para o ataque e chegou até a acertar a trave, aos 26, na cabeçada de Jojic.

Com o contra-ataque, a Seleção chegou a balançar a rede mais uma vez, com Hulk, que tocou na saída do goleiro após receber lançamento de Neymar. Mas o árbitro anulou alegando um impedimento inexistente do camisa 7.

Aproveitando a condição do teste, o técnico Luiz Felipe Scolari colocou vários jogadores considerados reservas para atuar. Jô, Maicon, Bernard, Maxwell e Fernandinho entraram, mas não modificaram significativamente o jogo.

[metrogallerymaker id=»107″]

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos