Foco

Seleções da Itália e Holanda chegam ao Rio de Janeiro

Seleção italiana chegou ao Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira | Ricardo Moraes/Reuters
Seleção italiana chegou ao Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira | Ricardo Moraes/Reuters

A seleção italiana desembarcou com atraso, no início da manhã desta sexta-feira (6), no Rio de Janeiro para a Copa do Mundo. A previsão era que o time chegasse às 6h30, mas o avião só aterrissou por volta das 7h15.

Acompanhada de batedores, jipes e caminhão do Exército, a delegação partiu da base 30 minutos depois do desembarque rumo ao resort Porto Bello, em Mangaratiba (RJ).

Carros dos bombeiros e policiais militares acompanham a equipe com apoio de dois helicópteros.

Ao menos 90 pessoas, entre jogadores e equipe técnica, integram a comitiva da Itália.

Leia também:
Brasil faz último ensaio para abertura da Copa do Mundo

Eles saíram em três ônibus de patrocinadores e seguiram viagem pela avenida Brasil, uma das principais vias de acesso no Rio.

Na saída da base aérea, apenas jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas aguardavam os jogadores. Não havia fãs ou manifestantes.

No domingo, a Itália faz um amistoso contra o Fluminense em Volta Redonda.

Os italianos estão no Grupo D da Copa do Mundo. Eles estreiam no dia 14 de junho, quando enfrentam a Inglaterra em Manaus. Seis dias depois, pega a Costa Rica em Recife. A equipe encerra sua participação contra o Uruguai no dia 24.

A Itália foi a segunda seleção a chegar ao Rio de Janeiro nesta sexta-feira (6). A primeira foi a Holanda, que desembarcou por volta das 5h30.

[metrogallerymaker id=»105″]

Holanda tem chegada tranquila 

Robben desembarca no Rio de Janeiro | Ricardo Moraes /Reuters
Robben desembarca no Rio de Janeiro | Ricardo Moraes /Reuters

A seleção holandesa foi a primeira equipe estrangeira a desembarcar, no início da manhã desta sexta-feira (6), no Rio de Janeiro para a Copa do Mundo. Os jogadores chegaram à base aérea do Galeão, na Ilha do Governador, zona norte da cidade, por volta das 5h30.

Por volta das 6h45, eles seguiram para o hotel Cezar Park, em Ipanema, na orla da zona sul, escoltados por batedores, jipes e um caminhão do Exército, além de policiais militares. A calçada em torno dele está fechada por grades.

Há muita imprensa e policiamento, mas poucos fãs. O clima está tranquilo e o trânsito flui normalmente. A Rua Maria Quitéria foi fechada apenas para a chegada do ônibus. No trajeto um trecho da Linha Vermelha foi fechado para passagem da delegação.

Ao menos 50 pessoas, entre jogadores e equipe técnica, integram a comitiva da Holanda. Eles saíram num ônibus de patrocinadores e seguiram viagem para zona sul.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos