Foco

Audiência acaba sem acordo e metroviários continuam em greve

A reunião de conciliação entre os metroviários e o Metrô realizada nesta sexta-feira (6), no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), terminou sem acordo. A audiência extraordinária começou às 17h na sede do TRT.

Um acordo entre o Metrô e os funcionários nesta sexta evitaria que a paralisação fosse a julgamento, pré-agendado para o próximo domingo (8).

Leia também
• Tropa de Choque usa bombas para retirar grevistas de estação

No entanto, a proposta da companhia permaneceu nos 8,7% de reajuste salarial para os metroviários, a mesma oferecida na reunião da última quinta-feira (5). A categoria recusou a oferta novamente.

A categoria pretende receber reajuste de 12,2%, melhorias no plano de carreira, plano de saúde para os aposentados, entre outras reivindicações.

Os representantes do sindicato que participaram da audiência do TRT seguem agora para sua sede, onde realizarão uma nova assembleia interna, para discutir e analisar o balanço sobre o movimento e decidirem se irão ou não manter a paralisação.

Na última quinta, representantes do Sindicato dos metroviários participaram de uma reunião no TRT da 2ª Região. Após duas horas de discussão, os trabalhadores não aceitaram a proposta de reajuste de 8,7%, mantida pelo Metrô.

Enquanto isso, continua a liminar que obriga a manutenção de 100% de funcionamento nos horários de pico (6h às 9h e 16h às 19h) e 70% nos demais horários, sob pena de multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos