Foco

Estado de policial que matou namorada no Paraná é gravíssimo

Captura de Tela 2014-04-25 às 09.51.23
Policial atirou quatro vezes contra namorada em rua de Curitiba | Reprodução/Band

O estado de saúde do policial que algemou e matou a namorada, na tarde dessa quinta-feira em Curitiba, é considerado gravíssimo. Depois de disparar quatro vezes contra Paola Natália Cardoso, de 23 anos, Napoleão Sike Júnior atirou contra o próprio pescoço.

Leia também:

Namorada morta por policial é enterrada no Paraná
Policial mata namorada a tiros em uma rua em Curitiba

O policial já tinha histórico de problemas e trabalhava na área administrativa da Polícia Militar. Paola tem uma filha de um ano e três meses, de outro relacionamento. Ela será enterrada no fim da tarde desta sexta-feira.

Investigação

Testemunhas relataram à polícia que o casal estava discutindo dentro de um veículo antes do homem retirar a namorada do carro, na rua Reinaldino S. de Quadro, região central da cidade, e fazer disparos.

A Polícia Civil do Paraná confirmou que o policial era um investigador e informou que ele não tinha histórico de agressão ou desvios de conduta registrados durante a carreira. O policial está internado no hospital Cajuru. Caso sobreviva, será preso em flagrante por homicídio.

Vídeo mostra policial algemando namorada:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos