Estilo de Vida

Já ouviu falar em pílulas antirressaca?

Remédio lançado na Inglaterra garante reduzir a quantidade de álcool no sangue e acabar com efeito “dia seguinte”

A bebedeira tem um efeito devastador no organismo de quem abusou da farra no dia seguinte, a começar por aquela dor de cabeça que não passa de jeito nenhum. Diversas receitas caseiras e até mesmo médicas prometem o alívio do ‘dia seguinte’, mas o primeiro remédio oficial contra as ressacas começou a ser vendido no Reino Unido nesta segunda-feira.

Chamado de Myrkl, o medicamento promete proteção por até 12 horas para os amantes das bebedeiras e garante que ele acordará revigorado e pronto para outra, desde que tome o medicamento duas horas antes de começar a farra.

De acordo com os estudos do laboratório que desenvolveu o medicamento, pessoas que beberam duas taças de vinho e tomaram dois comprimidos tinham 70% menos álcool no sangue uma hora depois, em comparação com os demais bebedores.

O estudo mostra que o remédio reduz a concentração de álcool no sangue em 50% nos primeiros 30 minutos após a ingestão de bebidas. Isso porque o remédio decompõe o álcool antes dele chegar ao fígado usando as bactérias Bacillus Coagulans e Bacillus Subtilis, além do aminoácido L-Cisteína, que transforma o álcool em água e dióxido de carbono.

O remédio, além de tudo, tem vitamina B12 em sua composição para garantir que o bebedor sentirá a sensação de estar revigorado após uma noitada daquelas.

LEIA TAMBÉM: Ácaros fazem sexo na superfície do rosto humano enquanto dormimos, diz estudo

A pílula deve ser vendida na faixa das 2 libras cada (equivalente a pouco mais de 12 reais. Já a caixa com 30 comprimidos custa 30 libras (R$ 193). Para ter seu efeito garantido, é necessário tomar duas pílulas 2h antes de começar a beber.

Pode interessar também:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos