Estilo de Vida

Por que humanizar um cão é errado?

Especialista discute como a forma de mimar (ou humanizar) pode acabar machucando o seu pet

Cachorro vestido de médico

Assim como acontece com as crianças, mimar um cão é algo até mesmo comum. Contudo, alguns tutores acabam sendo superprotores ou mais que isso, acabam humanizando seus pets, e esse comportamento pode trazer malefícios ao animal. Alguns hábitos, como os citados a seguir, podem afetar a saúde mental ou até mesmo física dos cachorros. Veja quais são eles.

Você o mantém muito aquecido

Dependendo da raça de cão que você tem, ela pode ser naturalmente preparada para lidar com baixas temperaturas. “Existem cães de pelo curto que precisam de casaco se estiver frio. Mas se você coloca um casaco e já possui um aquecedor em casa, pode ser excessivo para o animal”, disse Héctor Muñoz, especialista em análise e modificação de comportamento de animais.

Você coloca sapatos nele

É comum ver na internet alguns animais, como cães e gatos, usando sapatos. De certa forma, o acessório pode ser usado sim, caso haja necessidade. Contudo, se for utilizado apenas para fins de realizar uma brincadeira ou porque aparenta ser bonito, você pode deixar o cachorro estressado e desconfortável. Além disso, o sapato pode causar o acúmulo de umidade nas patas e gerar fungos.

LEIA TAMBÉM: Essas são as 5 raças de cães PROIBIDAS em diversos países do mundo e UMA DELAS É BRASILEIRA

Você coloca roupas sem necessidade

Assim como o primeiro tópico, roupas em cães só são necessárias por questões médicas (como cirurgias em que o local deve ficar coberto) ou caso esteja frio e o pelo da raça que você é tutor não consiga exercer a função natural. É importante ter em mente que a temperatura dos cachorros é mais alta do que a dos humanos.

Você o deixa muito apegado a você

Ter um cachorro codependente não é tão fofo quanto parece. Caso isso aconteça, o seu cachorro pode começar a te seguir em todos os lugares e ficam extremamente tristes na sua ausência, gerando uma dor emocional.

Você o humaniza

“Amar um cachorro é atender às suas necessidades como espécie, não tentar transformá-lo em um ‘pequeno humano’ ou um bebê”, explica o especialista. Se você o coloca no lugar de humano, você acaba invertendo os valores e passa a não entender as necessidades que ele tem como animal, colocando até mesmo sua saúde em risco.

⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅

LEIA MAIS:

Essas são as raças de cães mais antigas

Filhote de cachorro pode tomar banho?

Essas são as raças de cães mais barbudas

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos