Estilo de Vida

O que fazer quando o cachorro estiver fraco e não quiser comer?

Uma das características que podem indicar alguma doença ou outra condição é a falta de apetite

Cachorro comendo ração

O apetite, ou a falta dele, pode explicar muitas coisas, tanto na vida de animais como em humanos. Se alimentar e algo necessário, mas o que fazer se, de uma hora para outro seu cão de estimação não quiser mais comer?

Segundo o blog Petz, isso é um sinal comum de uma série de doenças e que pode se agravar ainda mais, pois a falta de apetite dificulta o combate a essa condição. Contudo, a anorexia também pode estar relacionada a outros fatores, que não são exatamente problemas de saúde. De qualquer forma, é importante ficar atento para quanto tempo o seu cachorro está sem comer e tentar achar os motivos.

Um dos primeiros fatores pode ser o ‘apatite seletivo’ onde alguns cães escolhem o que eles querem ou não comer. Nesse caso, os tutores acabam oferecendo mais petiscos para o pet, o que pode ser prejudicial para o cão e acostumá-lo mal.

LEIA TAMBÉM: Essas são as 5 raças de cães PROIBIDAS em diversos países do mundo e UMA DELAS É BRASILEIRA

Outro fator é o calor. No verão, os animais podem sentir menos vontade de comer. Assim como os seres humanos, os cachorros também sentem moleza e menos vontade de se alimentar em dias quentes.

Já no quesito doenças, a falta de apetite é um sintoma comum de várias delas, por isso é necessário se fazer algumas perguntas:

  • Houve alguma mudança na rotina do cachorro?
  • O dia está muito quente?
  • O cachorro tem o hábito de comer só na sua presença?
  • Além da falta de apetite, o pet apresenta outros sintomas?
  • Há quanto tempo o pet está sem comer?

O que fazer?

“De forma geral, todas as doenças podem se manifestar com o sintoma de perda de apetite. Quando não se sente bem, o animal deixa de comer por enjoo, dor, febre, entre outros. Se for identificado que, de fato, se trata de falta de apetite (não apenas apetite seletivo), é muito provável que algo não esteja bem com o pet”, diz a Dra. Camila Lozano, médica-veterinária.

Para que o pet volte a se alimentar normalmente, o veterinário pode indicar a mudança de alimentação, trocando para ração úmida medicamentosa, por exemplo. De qualquer forma, a ida ao veterinário é extremamente importante para que o profissional faça o diagnóstico preciso e mais completo sobre a condição.

⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅

LEIA MAIS: Quantas raças de cães brasileiras existem?

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos