Estilo de Vida

Sexo: Entenda o sexting dentro de um relacionamento estável

A prática depende de cada relacionamento?

Com o passar dos anos, diversas formas de se ter prazer sexual foram criadas. Muitas fantasias e fetiches para atingir a satisfação surgiram, como por exemplo: o BDSM, sexo “violento”, ménage, entre outras mais variadas formas de explorar as relações íntimas.

Através do avanço tecnológico e da facilidade na comunicação à distância, uma nova atividade sexual foi criada. O termo “sexting” – vindo da junção das palavras “sex” e “texting” em inglês – se refere à troca de mensagens quentes por aparelhos eletrônicos.

Veja mais: Precisa estar de bom humor para fazer sexo?

No sexting, por exemplo, é muito comum que as pessoas façam chamadas de vídeo se tocando, enviem textos picantes, fotos e vídeos sexuais para estimular o parceiro.

Mas como o sexting acontece? A prática está associada à satisfação dentro de um relacionamento? Para entender, continue lendo esse artigo baseado no portal Psychology Today.

O sexting e o bem-estar do relacionamento

Um estudo de 2013 por Parker, Blackburn, Perry e Hawks explorou a relação entre o sexting e o bem-estar do relacionamento entre casais que vivem juntos.

A pesquisa revelou que pessoas em relacionamentos mais saudáveis são as mais propensas a enviarem alguma mensagem de conteúdo sexual ao parceiro.

Já um estudo realizado em 2015 por McDaniel e Drouin, não foi encontrada uma relação entre o envio de mensagens de cunho sexual em relacionamento para homens ou mulheres.

Contudo, o estudo de 2015 sugeriu que o envio de fotos nuas ou semi-nuas se enquadravam a níveis mais altos de incertezas dentro de um relacionamento. Sendo este um caso entre homens e mulheres.

Em resumo, a prática do sexting dirá mais sobre você e seu relacionamento de um modo específico. Isso dependerá da situação na qual você e seu parceiro se encontram, além das preferências e dinâmicas sexuais do casal em questão.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos