Estilo de Vida

NASA: Telescópio Hubble capta impressionante explosão de estrela no espaço

Registro impactante foi divulgado recentemente.

O Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA captou uma impressionate explosão energética de uma estrela infantil no espaço.

Como detalhado pela NASA, essa birra estelar – produzida por uma estrela extremamente jovem na fase inicial de formação – consiste em um jato incandescente de gás viajando em velocidades supersônicas.

À medida que o jato colide com o material ao redor da estrela ainda em formação, o choque aquece esse material e faz com que ele brilhe.

O resultado são as estruturas coloridas e finas, que os astrônomos chamam de objetos Herbig-Haro, ondulando no canto inferior direito desta imagem.

Os objetos Herbig-Haro parecem evoluir e mudar significativamente em apenas alguns anos. Este objeto em particular, chamado HH34, foi anteriormente capturado pelo Hubble entre 1994 e 2007, e novamente em detalhes gloriosos em 2015.

Como detalhado pela NASA, HH34 reside a aproximadamente 1.250 anos-luz da Terra na Nebulosa de Órion, uma grande região de formação estelar visível a olho nu.

A Nebulosa de Órion é um dos locais mais próximos de formação estelar generalizada da Terra e, como tal, tem sido examinada por astrônomos em busca de insights sobre como as estrelas e os sistemas planetários nascem.

NASA: Telescópio Hubble capta impressionante explosão de estrela no espaço

Os dados nesta imagem são de um conjunto de observações do Hubble de quatro jatos brilhantes próximos com a Wide Field Camera 3.

Como detalhado pela NASA, o arquivo tirada para ajudar a pavimentar o caminho para a ciência futura com o Telescópio Espacial James Webb da NASA/ESA/CSA.

Webb – que observará em comprimentos de onda predominantemente infravermelhos – será capaz de perscrutar os envelopes empoeirados que cercam protoestrelas ainda em formação, revolucionando o estudo de jatos dessas estrelas jovens.

Ainda de acordo com as informações, as imagens de alta resolução do Hubble do HH34 e de outros jatos ajudarão os astrônomos a interpretar observações futuras com o Webb.

Texto com informações da NASA

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos