Estilo de Vida

Indícios impressionantes sugerem ‘provável vida alienígena’ na lua de Júpiter; maior planeta do Sistema Solar

Europa tem água e oxigênio, essenciais para sustentar a vida.

Os cientistas deram recentemente um importante passo adiante para descobrir se vida alienígena realmente existe.

Um lugar que eles acreditavam há muito tempo que a vida poderia estar é em uma das 79 luas de Júpiter, maior planeta do Sistema Solar.

A lua em questão é Europa – e há uma razão muito válida para isso, como detalhado pelo site The Sun.

Europa tem água e oxigênio, essenciais para sustentar a vida, bem como produtos químicos que podem servir como nutrientes.

Mas provar tudo isso tem sido complicado para especialistas – principalmente porque nunca foram testadas amostras e só podemos confiar em observações.

Além disso, Europa é o lar de oceanos cobertos de gelo que se acredita terem cerca de 24 quilômetros de espessura e os cientistas suspeitam que a vida possa estar por baixo.

Indícios sugerem ‘provável vida alienígena’ na lua de Júpiter

Como o oxigênio passa pelo enorme gelo para o que quer que se esconde no fundo para respirar foi deixado para a teoria científica, mas agora uma equipe montou um modelo para mostrar como isso poderia funcionar.

Eles estão convencidos de que a água salgada dentro da concha gelada pode estar transportando oxigênio.

Construindo uma simulação de computador baseada na física do processo, o oxigênio basicamente pega uma carona na água salgada sob os “terrenos de caos” da lua, paisagens compostas de rachaduras, cumes e blocos de gelo.

Suas descobertas mostram que não é apenas possível, mas pode significar que o oceano de Europa tem uma quantidade semelhante de oxigênio que os oceanos aqui na Terra.

Maior planeta do Sistema Solar

A NASA está planejando enviar um orbitador chamado Europa Clipper em 2024, que pode se basear em suas descobertas.

A professora britânica Monica Grady disse anteriormente que acredita que temos uma chance melhor de encontrar vida alienígena em Europa do que em Marte, o que tende a roubar a maior parte do foco.

Ainda de acordo com as informações, e se houver vida, pode ser como um polvo (diferente do que esperavamos). O estudo foi publicado na revista Geophysical Research Letters.

Texto com informações do site The Sun

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos