Estilo de Vida

Esses são os primeiros sintomas que podem indicar que você tem diabetes

Sintomas podem variar de acordo com o tipo da doença

Diabetes

A diabetes é uma doença que afeta uma grande parcela da população brasileira. Segundo o Ministério da Saúde, O Brasil é o 5º país em incidência de diabetes no mundo, com 16,8 milhões de doentes adultos (20 a 79 anos), perdendo apenas para China, Índia, Estados Unidos e Paquistão.

O sintomas podem variar de acordo com o tipo da doença, que pode ser tipo 1 ou tipo 2, mas de forma geral, os sinais principais, segundo o site Tua Saúde, são: cansaço frequente, muita fome, perda de peso repentina, muita sede, muita vontade de ir ao banheiro e escurecimento de dobras, como a da axila e do pescoço, por exemplo.

A diabetes tipo 1 está relacionada a questões genéticas e imunológicas, com os primeiros sintomas aparecendo ainda na infância ou adolescência. Já a tipo 2 está ligada normalmente aos hábitos de alimentação, com a glicose aumentando no sangue e a produção de insulina não sendo suficiente.

Ao constatar os primeiros sintomas, é recomendado a ida ao clínico geral ou especialistas, como pediatra ou endocrinologista, para que seja realizado exames. A principal forma de diagnosticar a doença é através de exames de sangue para avaliar a quantidade de açúcar.

LEIA TAMBÉM: Descubra se você está na lista de pessoas que não podem beber muito café

Primeiros sintomas de diabetes

  • Cansaço frequente, falta de energia para brincar, muito sono, preguiça;
  • A criança pode comer bem, mas mesmo assim começar a emagrecer de forma repentina;
  • A criança pode acordar para fazer xixi à noite ou voltar a fazer xixi na cama;
  • Muita sede, mesmo nos dias mais frios, mas a boca permanece seca;
  • Apresenta irritabilidade ou falta de disposição para realizar as atividades do dia-a-dia, além de diminuição do rendimento escolar;
  • Muita fome;
  • Formigamento ou câimbras nos membros;
  • Dificuldade para cicatrizar feridas;
  • Infecções fúngicas de repetição;
  • Escurecimento das dobras, principalmente pescoço e axila.

Tratamento

O tratamento principal é feito pelo controle da alimentação, regulando carboidratos. Por isso, o acompanhamento de um nutricionista é fundamental. O médico também pode indicar o uso de medicamentos, principalmente em caso de adultos. Além disso, a prática regular de exercícios físicos é fundamental.

LEIA MAIS:

Faz mal tomar chá antes de dormir? Nós te contamos a verdade!

Entenda o que é a ocitocina, hormônio que pode ajudar pessoas com ansiedade e depressão

3 alimentos que funcionam como remédios caseiros para controlar a diarreia

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos