Estilo de Vida

Ficar sentado por muito tempo pode aumentar níveis de ansiedade e depressão, diz estudo

Especialistas falam sobre os pontos negativos do home office e como equilibrar as atividades físicas com o tempo passado em frente ao computador

Ficar sentado por muito tempo pode aumentar níveis de ansiedade e depressão, diz estudo

Com a pandemia de covid-19, o modo como se trabalha mudou drasticamente. Praticamente todas as empresas tiveram que adotar o modelo de trabalho home office, onde a casa dos colabores funcionam como os próprios escritórios. Com a vacinação da população e a diminuição de números de infecções e mortes em virtude da covid-19 diminuindo, muitas empresas já começaram uma rotina “normal”, com seus funcionários voltando ao trabalho presencial seguindo protocolos de higiene da Organização Mundial da Saúde. Outras adotaram o modelo híbrido e outas ainda se aperfeiçoaram de vez ao estilho home office, principalmente em virtude das novas variantes que estão surgindo.

LEIA TAMBÉM:

Sofrendo com o fim do home office? Saiba como tornar a volta ao trabalho presencial mais leve

O home office veio para ficar? Veja 5 maneiras como a covid-19 pode mudar os escritórios

Como limpar o teclado do computador de forma simples?

O modelo de trabalho em casa tem seus prós e contras, e uma das partes negativas diz respeito à saúde mental. Estudos mostram os efeitos negativos dessa rotina na saúde física e mental das pessoas. Um estudo publicado pela revista Frontiers in Psychiatry (em inglês) revelou que ficar sentado por um período significativo de tempo, e com mais frequência do que o normal, está associado a maiores sintomas de depressão e ansiedade. A pesquisa rastreou o humor e o comportamento de 2.327 participantes nos Estados Unidos durante oito semanas para chegar nesta conclusão.

“Comportamentos sedentários passivos, como navegar nas redes sociais ou assistir televisão, são os mais prejudiciais para a saúde mental e foram os mais influenciados pela pandemia”, diz o professor Jacob Meyer, principal autor do estudo.

Para os especialistas, atividades físicas regulares podem melhorar a saúde mental e ajudam a equilibrar as diversas horas passadas sentadas.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos