logo
Estilo de Vida
Representação / Imagem de Anita Menger por Pixabay Representação / Imagem de Anita Menger por Pixabay
Estilo de Vida 28/07/2021

Comportamento animal: gatos ficaram mais afetuosos e dependentes por conta do confinamento

Estudos mostram que o comportamento dos gatos também foi afetado pelo confinamento imposto pela pandemia.

Não é somente o comportamento humano que está mostrando alterações ao longo do período de isolamento. Os gatos também apresentaram mudanças significativas de comportamento durante esse tempo. Conhecidos por serem animais independentes, os gatos vêm se tornando cada vez mais afetuosos e ligados aos seus donos.

Conforme noticiado pelo Meganoticias, um estudo publicado no Jornal Internacional de Pesquisa Ambiental e Saúde Pública confirmou essa impressão. O estudo relata a mudança de comportamento dos animais domésticos, seu bem-estar durante a quarentena e a relação que eles possuem com a saúde mental de seus tutores.

A pesquisa foi feita pelas universidades de York e Lincoln, por meio de um inquérito realizado com quase seis mil pessoas no Reino Unido.

O comportamento dos gatos passou por modificações durante o período de isolamento

Graças a pesquisa realizada foi possível identificar o motivo pelo qual os gatos são mais afetuosos e, agora, mais dependentes de seus donos. A mudança de comportamento do animal tem relação direta com as mudanças comportamentais de seus tutores, sendo diretamente influenciados pela necessidade de companhia e contato físico.

O maior índice de alterações positivas foi identificado nos gatos domésticos. Já no caso dos cães, foram registradas as alterações mais negativas. Além disso, também foram incluídos no estudo outros animais de companhia como cavalos, répteis, pássaros e peixes.

Confira também:

Entre os entrevistados, 65% disseram que seus animais de estimação apresentaram mudanças no comportamento, assim como os gatos. Um dos participantes inclusive relatou sua experiência recente com dois gatos resgatados. “Ele está muito mais calmo agora que estou em casa todos os dias”.