logo
Estilo de Vida
Lavanda / Imagem de Manfred Richter por Pixabay Lavanda / Imagem de Manfred Richter por Pixabay
Estilo de Vida 26/07/2021

Confira 6 benefícios calmantes da lavanda

Além de um perfume agradável, a lavanda ainda pode trazer diversos benefícios.

Conhecida pelo seu perfume agradável, a lavanda vem sendo utilizada como um facilitador do bem-estar por muitas culturas. Os gregos antigos, por exemplo, utilizavam a essa flor como uma ferramenta para auxiliar em casos de insônia e dores nas costas. Hoje em dia ela ganhou popularidade após relatos de seus benefícios para casos de ansiedade, estresse, sono e relaxamento.

Em reportagem publicada pelo Yahoo!life, médicos e pesquisadores forneceram razões científicas capazes de explicar o efeito calmante desta planta. Descubra como ela afeta nosso cérebro e nosso corpo.

O aroma da lavanda pode aumentar o sono profundo

Já sabemos que esta planta vem sendo relacionada a qualidade de sono há muito tempo. Antes da disponibilização de óleos essenciais e produtos com este aroma, como velas e máscara para os olhos, as pessoas costumavam secar as flores de lavanda e colocá-las em um saco sob o travesseiro.

Estudos recentes comprovaram que o aroma da lavanda auxilia no aumento da frequência de ondas delta no sono de ondas lentas, o estágio em que dormimos mais profundamente. Seu perfume também auxilia a reduzir ondas alfa na faze de vigília do sono, o que diminui a quantidade de sono agitado que podemos sentir.

Efeitos antibacterianos e antifúngicos

Estudos em andamento estão investigando como o óleo essencial de lavanda se compara a medicamentos antifúngicos comuns no mercado. Os dados preliminares mostram que ele pode ser mais eficaz, tornando-se um potencial agente antifúngico. Também foi descoberta sua eficácia contra diferentes espécies de bactérias, incluindo infecções por estafilococos.

Para o neurocirurgião Hafiz Abdul Majid, as propriedades dessa flor também são benéficas para os processos de cicatrização.

A lavanda pode proteger seu cérebro

Evidencias crescentes mostram que existe a possibilidade da lavanda tratar ou aliviar distúrbios neurológicos. Pesquisas recentes sugerem que a ela possui propriedades neuroprotetoras, ou seja, propriedades que podem ajudar a proteger o sistema nervoso.

A especialista Sandra El Haji ressalta que a lavanda pode ser capas de reverter a progressão de algumas doenças neurológicas, mas que ainda são necessários novos, e mais aprofundados, estudos para entender melhor este fenômeno.

Potencial redutor de dores

A lavanda é frequentemente mencionada quando o assunto é a redução da dor, seja ela aguda ou crônica. Um estudo avaliou 100 pacientes em UTI e descobriu que, apos massagear os pés dos pacientes com o óleo essencial de lavanda, ocorreram mudanças significativamente perceptíveis.

Quando uma pessoa está em um estado de dor, tanto a pressão arterial quanto a frequência cardíaca podem aumentar. Nos pacientes que receberam a massagem com o óleo essencial, estes sinais reduziram de forma expressiva, mostrando que a lavanda pode funcionar como um analgésico natural.

Alívio de problemas digestivos

Grande parte dos alimentos ou chás que tem lavanda em sua composição informam trazer benefícios para o sono. Em alguns casos, estes alimentos também podem ser direcionados ao cuidado com problemas digestivos.

Um estudo que usou aromaterapia no tratamento para náuseas e vômitos pós-operatórios descobriu que os escores de náusea melhoraram em 82% dos pacientes que inalaram óleo essencial de lavanda. Ele teve um desempenho considerado maior em relação ao óleo essencial de gengibre, que é normalmente utilizado para o alívio da náusea.

A lavanda pode reduzir o estresse e a ansiedade

O mais conhecido dentre os benefícios da lavanda é justamente sua propriedade calmante. Ela comprovadamente auxiliar na redução do estresse e da ansiedade. “O cheiro de lavanda aumenta as atividades cerebrais”, informa o Dr. Majid.

A pesquisa mostra que a lavanda ajuda em sintomas de ansiedade como inquietação, sono perturbado e até mesmo sintomas físicos que podem ser causados pela ansiedade. Ela também aparenta ter influência positiva no bem-estar geral e na qualidade de vida. Isso ocorre porque a lavanda tem propriedades que auxiliam no alívio da ansiedade.

Confira também:

Além das razões citadas acima, acredita-se ainda que a lavanda auxilia em problemas de pele, asma e até mesmo queda de cabelo. Porém, apesar de todos os benefícios, é importante lembrar que antes de realizar o uso destes óleos essenciais é preciso realizar um teste para verificar a existência de alergias.

Também é importante saber que a lavanda não deve ser utilizada no tratamento de problemas de saúde sem que um médico seja consultado ou sem o devido acompanhamento de um médico.