logo
/ Reprodução / Reprodução
Estilo de Vida 19/07/2021

Você sabia que levar seu cãozinho na janela do carro dá multa de R$ 195?

Por : Metro World News

Os cães adoram colocar o focinho para fora do carro e sentir o vento agitando suas orelhas quando dão seus passeios. De acordo com os veterinários, eles adoram isso porque gostam muito de cheirar e a quantidade de informações que colhem pelo nariz com o vento é imensa.

Mas o que poucos cuidadores sabem é que esse hábito é uma infração grave de trânsito, e além de multa de R$ 195,23 pode render mais cinco pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação), de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito.

E isso não vale apenas para a janelinha, não. Ficar com o pet no colo ou entre as pernas no banco da frente, uma prática muito comum entre a maioria dos donos de cães, também dá multa, além de colocar em risco os animais, em caso de colisão. Neste caso, é considerada infração média, com multa de R$ 130,16 e quatro pontos na carteira.

Isso sem contar o risco que o pet corre. Segundo os veterinários, não é incomum que uma sujeira, pedra ou corpo estranho atinja o olho do cachorro com velocidade e cause um estrago na visão do pet.

LEIA TAMBÉM:

Em carros, os cães devem sempre ser levados presos no banco de trás, por cinto, caixa ou cadeirinhas especialmente adaptadas para cães. Eles protegem os pets e evitam que eles fiquem interagindo com o motorista, evitando distrações e risco de acidentes.

Foto: Reprodução

Os cães de grande porte devem sempre ficar presos por cinto de segurança especial no banco traseiro. Neste caso, o cuidador deve também usar a grade de segurança que é colocada entre o banco dianteiro e traseiro e impede o animal de pular para frente, caso se solte do cinto, ou fique arranhando o bando para chamar a atenção do dono.