Estilo de Vida

App WhatsApp vai reduzir funções de quem não aceitar novos termos; alterações já estão em vigor

As alterações estão valendo desde o último sábado (15) para os sistemas Android e iOS.

Com uma série de mudanças, os novos ‘Termos de Serviço’ do aplicativo de mensagens WhatsApp já entraram em vigor.

As alterações estão valendo desde o último sábado (15) para os sistemas Android e iOS, como detalhado pelo site especializado WABetaInfo.

Com os novos termos, é possível que os detalhes do bate-papo com uma conta comercial especial sejam utilizados ​​para gerar anúncios direcionados no Facebook, dependendo da política de privacidade da empresa, por exemplo.

  1. CONFIRA MAIS:
  2. Nova função ‘oculta’ do aplicativo de mensagens que talvez você não conhecia
  3. Novo golpe utiliza pesquisa falsa do SUS para clonar conta do app de mensagens
  4. Será moleza escutar ‘mensagens de voz gigantes’ com este novo recurso do app
  5. Truques: dicas ‘especiais’ para usar o app de mensagens

Apesar de várias polêmicas envolvendo o tema, como detalhado pelo site, a conta do usuário não será excluída, caso não tenha aceitado as novas alterações.

Se não aceitei os Termos de Serviço do app WhatsApp

O usuário também não perderá o histórico de bate-papo atual e backup, mas ficará limitado a usar alguns recursos, o que deve ocorrer em 90 dias.

Ainda poderá atender chamadas de voz e vídeo e responder a mensagens de notificações nas primeiras semanas, mas não poderá abrir a lista de bate-papo porque há um lembrete sobre os Termos de Serviço.

  1. VEJA AINDA:
  2. 4 novos recursos importantes que foram liberados pelo aplicativo recentemente
  3. Em meio à polêmica sobre privacidade e mensagem para rivais, app completa 12 anos com novo ‘recado’ para os usuários
  4. App de mensagens detalha o que vai acontecer com quem não aceitar os novos termos da plataforma

Ainda de acordo com as informações, existem outros recursos que o usuário não poderá utilizar se não aceitar as alterações. Confira a lista completa neste link.

Texto com informações do site WABetaInfo

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos