logo

O Telescópio Hubble da Agência Espacial Americana (NASA) captou um colar cósmico deslumbrante no espaço. A grande novidade foi revelada recentemente pela instituição por meio de comunicado. 

Como revelado, por meio de uma postagem no site oficial, a interação de duas estrelas condenadas criou este anel espetacular adornado com brilhantes aglomerados de gás – um colar de diamantes de proporções cósmicas. 

Apropriadamente conhecida como “Nebulosa Colar”, esta nebulosa planetária está localizada a 15.000 anos-luz de distância da Terra, na pequena constelação de Sagitta (a Flecha).

Como revelado pela NASA, um par de estrelas semelhantes ao Sol em órbita firme produziu a Nebulosa Colar, que também atende pelo nome menos glamoroso de PN G054.203.4. 

Interação de duas estrelas condenadas criou este anel espetacular adornado com brilhantes aglomerados de gás.

Há cerca de 10.000 anos, uma das estrelas envelhecidas se expandiu e engolfou sua companheira menor, criando algo que os astrônomos chamam de “envelope comum”. 

Aglomerados particularmente densos de gás – colar cósmico

A estrela menor continuou a orbitar dentro de sua companheira maior, aumentando a taxa de rotação do gigante inchado até que grandes partes dele giraram para o espaço. 

Nebulosa planetária está localizada a 15.000 anos-luz de distância da Terra.

Como detalhado pela NASA, este anel de detritos que escapou formou a Nebulosa do Colar, com aglomerados particularmente densos de gás formando os “diamantes” brilhantes ao redor do anel.

O par de estrelas que criou a Nebulosa do Colar permanece tão próximo – separado por apenas vários milhões de milhas – que aparece como um único ponto brilhante no centro da imagem. 

Como informado, apesar de seu encontro próximo, as estrelas ainda estão furiosamente girando em torno umas das outras, completando uma órbita em pouco mais de um dia.

Colar cósmico deslumbrante no espaço

O Hubble divulgou anteriormente uma imagem da Nebulosa do Colar, mas esta nova imagem usa técnicas de processamento avançadas para criar uma visão nova e aprimorada deste objeto intrigante. 

Ainda de acordo com as informações, a imagem composta inclui várias exposições da Wide Field Camera 3 do Hubble. Confira o registro impressionante: 

Telescópio Hubble da NASA capta colar cósmico deslumbrante no espaço
ESA/Hubble & NASA, K. Noll

Imagem usa técnicas de processamento avançadas para criar uma visão nova e aprimorada deste objeto intrigante

Telescópio espacial Hubble

De acordo com informações do site Wikipédia, Hubble é um satélite artificial não tripulado que transporta um grande telescópio para luz visível e infravermelha.

Foi lançado pela NASA, agência espacial estadunidense, em 24 de abril de 1990, a bordo do ônibus espacial Discovery.

Texto com informações da NASA

LEIA TAMBÉM: